Cadastre-se

Gratuitamente.
Cadastre-se

Gratuitamente.
11/11/2005
SISSI, A JOGADORA DO SÉCULO DA AMÉRICA DO SUL, REFORÇA O SAAD NAS FINAIS DO PAULISTA
  • Agora é oficial! A meia Sissi, eleita pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol como a melhor jogadora de futebol do século 20 da América do Sul, está neste momento a caminho do Brasil. A atleta chega a tempo para reforçar o Saad já na partida deste sábado, diante do Botucatu, válida pelas Semifinais do Campeonato Paulista de Futebol Feminino. O jogo acontece no Estádio Municipal Leonardo Barbiere, em Águas de Lindóia, com entrada franca.

    Sissi foi o grande nome do Saad nos anos 90, quando liderou o clube na conquista de todos os títulos disputados entre os anos de 1995 e 1997. Isso mesmo, entre 95 e 97 o Saad venceu 100% dos jogos que disputou, conquistando, a Copa São Paulo, a Copa Campo Grande, O Campeonato Brasileiro nas categorias adulto e Sub-17 e o Troféu Comitê Olímpico Internacional.

    Com a presença de Sissi já confirmada, o Saad contará em seu elenco com três das quatro jogadoras mais votadas na eleição para Atleta do Século avalizada pela FIFA; pois além da Imperatriz do Futebol Feminino o Saad conta com as craques Roseli e Michael Jackson, aparecem empatadas na terceira colocação.

    Para os fãs da jogadora, vale lembrar que Sissi não brilha apenas nos gramados. Ela acaba de ser nomeada pela FIFA como embaixadora do futebol feminino Mundial. A eterna camisa 10 do Brasil foi oficializada no cargo pelo presidente da entidade maior do futebol no mundo, Joseph Blatter, na noite da última terça-feira em reunião que aconteceu em Zurique na Suíça.

    Sissi vai ter sua área de atuação na América do Sul onde deverá traçar novas diretrizes para o futebol feminino. Imediatamente após a nomeação feita pelo presidente da FIFA, a atleta se reuniu com o corpo diretivo da entidade e começou a traçar um plano de trabalho em conjunto com a FIFA.

    Esta é a primeira vez que Sissi está de Volta ao Brasil para jogar uma partida oficial de futebol. Desde 1999 quando foi para os Estados Unidos, atleta nunca mais jogou no País. Aos 36 anos, é tida como veterana para muitos, mas continua sendo uma das melhores jogadoras de futebol do mundo. Na terra do Tio Sam, Sissi conquistou o título de melhor jogadora da WUSA quando liderou o San Jose Ciberrays na conquista do título da mais forte liga profissional da história da modalidade.

    As finais do Campeonato Paulista pode representar também a última oportunidade do amante do futebol feminino ver Sissi em campo novamente no Brasil. Em razão dos compromissos assumidos na Suíça, e nos Estados Unidos, a craque não poderá ficar para a premiação das jogadoras caso o Saad venha a conquistar o título da competição. A partida decisiva acontece no dia 19 de novembro e a viagem da atleta está confirmada para o dia 20, enquanto a cerimônia de premiação acontece somente no dia 21.

    Como jogadora no Brasil, Sissi foi eleita a segunda melhor jogadora do Mundo em 1999, foi pentacampeã brasileira defendendo as equipes do Saad, São Paulo e Radar. Foi tricampeã paulista com São Paulo e Palmeiras. No Futsal, ela foi Hexacampeã Brasileira defendendo as equipes do Bordon, Euroexport, Marvel e Sabesp.

    Sissi chega ao Brasil por volta das 07h30 deste sábado e segue direto para Águas de Lindóia, onde às 17 horas faz sua estréia no time Lindoiense contra o Botucatu em partida válida pela primeira semifinal da competição.